Bardolino

Na região do Vêneto, os vinhos da denominação de origem Bardolino são produzidos na própria cidade de Bardolino, e em 15 cidades ao seu redor, próximas ao Lago di Garda. A região é um charme. O vinho, também.

As três principais uvas utilizadas para produzir os vinhos Bardolino são Rondinella, Corvina e Molinara, as mesmas do vinho Valpolicella, mas que, em diferentes proporções, produzem vinhos totalmente diferentes; Bardolinos são mais leves e mais frutados.

Também são admitidas outras cepas, no Bardolino, como Rossignola, Barbera, Sangiovese e Garganega, desde que, somadas, não ultrapassem 15% do corte.

A denominação de origem controlada Bardolino abrange os seguintes vinhos:

 Bardolino e Bardolino Classico

Com uma cor rubi brilhante e delicadamente frutado, Bardolino tem aromas de cereja, morango, framboesa, groselha e especiarias, como canela, cravo e pimenta preta. É um vinho seco, encorpado e macio que harmoniza muito bem com peixes de água doce e de água salgada, com todas as massas e risotos da tradicional culinária italiana e com cozinha mediterrânea em geral.

 Bardolino Chiaretto e Bardolino Chiaretto Classico

Essa é a versão rosé do Bardolino, com cor que varia de cereja brilhante a pêssego. Com aromas delicados que incluem flores silvestres, maçã verde e clorofila, são vinhos suaves que acompanham muito bem aperitivos, pizza e peixes, incluindo sushis e sashimis. Para fazer como os italianos, harmonize com salada caprese, com mussarela, tomate e manjericão, ou então com carpaccio e com pratos picantes.

 Bardolino Chiaretto Espumante

Com borbulhas finas e persistentes, aromas delicados e sabor frutado e ligeiramente amargo, esse espumante rosé costuma ser produzido em versões mais secas. Harmoniza muito bem com pratos leves, saladas e legumes.

 Bardolino Novello e Bardolino Novello Classico

Com cor tipicamente rubi, é um vinho seco de aroma intensamente frutado, engarrafado logo após a colheita, em um estilo semelhante ao francês Beaujolais Nouveau, deve ser consumido muito jovem.

Para ser considerado um Classico, todas as uvas utilizadas devem ser de vinhedos localizados em uma restrita área que compreende a região clássica, ou original, de Bardolino.

Para ser denominado como DOCG Bardolino Superiore, o vinho deve ter envelhecido, pelo menos, por um ano, e deve apresentar um teor alcóolico mais elevado.

O estilo leve e frutado do Bardolino faz desse um dos vinhos mais famosos e mais consumidos da Itália. E não é à toa. Prove, e verá.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.