Cava

A origem do espumante espanhol Cava está ligada ao esplendor da viticultura catalã em meados do século 19 e ao conhecimento adquirido a partir das descobertas de Louis Pasteur.

Em 1872, as primeiras garrafas de Cava foram produzidas em Sant Sadurní d’Anoia, uma pequena cidade na província de Barcelona, região da Catalunha, que hoje conta com pouco mais de 12 mil habitantes.

Atualmente, 159 cidades espanholas têm autorização para produzir vinhos espumantes rotulados como Cava. Mas Sant Sadurní d’Anoia permanece como o coração do Cava.

Na década de 80, o Cava se consolidou no mercado mundial, e hoje, são 220 milhões de garrafas, por ano, consumidas ao redor do mundo.

O Cava é produzido a partir de diversas cepas, mas três delas são consideradas as principais: Macabeu, Xarel-lo e Parellada. As outras variedades que também podem ser utilizadas na produção deste vinho são: Chardonnay, Malvoisie, Pinot Noir, Trepat, Grenache e Monastrell.

A qualidade de um Cava não acontece por acaso. A colheita, por exemplo, acontece de maneira cuidadosa e ágil, a prensa da uva é realizada delicadamente, o controle da temperatura durante a primeira fermentação é extremamente rígido, e a segunda fermentação ocorre na garrafa, conforme o método tradicional.

Os Cava podem ser brancos ou rosés, e a classificação deste vinho em relação à doçura é bastante próxima à do Champagne:

 Brut nature: de 0 a 3 gramas de açúcar residual por litro, sem adição de açúcar

 Extra brut: de 0 a 6 gramas de açúcar por litro

 Brut: de 0 a 12 gramas de açúcar por litro

 Extrasseco: de 12 a 17 gramas de açúcar por litro

 Seco: de 17 a 32 gramas de açúcar por litro

 Semisseco: de 32 a 50 gramas de açúcar por litro

 Doce ou Dulce: mais de 50 gramas de açúcar por litro

Quanto mais seco, mais recomendável como aperitivo e acompanhante das refeições; quanto mais doce, melhor para ser harmonizado com sobremesas.

Já em relação ao envelhecimento, um Cava pode ser classificado também como Cava Reserva (período mínimo de 15 meses) e Cava Gran Reserva (período mínimo de 30 meses). E só podem ser rotulados como Gran Reserva as versões Brut nature, Extra brut e Brut.

Caso queira ler um pouco mais sobre a Espanha e seus vinhos, clique aqui.

Por último, mas não menos importate: para desfrutar um Cava no seu melhor potencial, sirva-o entre 5 e 8°C. E não se esqueça de brindar!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.