É vinho ou é sobremesa?

O estilo menos conhecido de vinhos é, sem dúvida, aquele que chamamos vinhos de sobremesa. Mas afinal, são vinhos, ou são sobremesas? E são sempre doces?

Vamos por partes.

 Primeiro, vamos entender a diferença entre vinhos fortificados e vinhos de sobremesa.

Os vinhos fortificados, chamados também de licorosos, são produzidos pela adição de álcool vínico. O mais famoso deles, sem dúvida, é o Vinho do Porto. Para saber mais sobre o Porto, clique aqui.

Os vinhos de sobremesa, por sua vez, são produzidos a partir de uvas com elevada concentração de açúcares, como é o caso, por exemplo, daqueles rotulados como Colheita Tardia, e também do Sauternes. Para ler sobre Sauternes, clique aqui.

Em alguns casos, os vinhos são produzidos a partir de uvas com elevada concentração de açúcares, e mesmo assim, são considerados fortificados, por haver, também, a adição de álcool vínico no processo. Um exemplo? Commandaria, que você pode conhecer, clicando aqui.

 Mas esses são vinhos para serem consumidos apenas como sobremesa?

De jeito nenhum. Principalmente no caso dos fortificados, eles podem, e costumam, ser servidos também para acompanhar aperitivos, antes da refeição.

Na hora da sobremesa, os vinhos fortificados ou de sobremesa podem acompanhar os doces, ou até mesmo substituí-los.

E, para surpresa de alguns, esses vinhos também costumam ser consumidos como “vinhos de meditação”, significando que não precisam estar harmonizados, necessariamente, para serem apreciados.

 E esses vinhos são sempre doces?

Não, e essa é uma confusão bem comum.

No caso dos fortificados, o grau de doçura vai depender, principalmente, do momento da adição do álcool. Em contato com as leveduras, o álcool interrompe o processo de fermentação do vinho.

Se a fortificação acontecer antes do processo de fermentação concluído, ainda haverá açúcar não convertido em álcool, e o vinho resultante será doce. Caso a fortificação se dê após todo o açúcar ter sido convertido em álcool, o vinho será seco.

Por exemplo: um Jerez Pedro Ximénez apresenta mais de 212 gramas de açúcar residual por litro, enquanto um Manzanilla, que é o Jerez Generoso Fino da cidade de Sanlúcar de Barrameda, apresenta menos de 5 gramas de açúcar residual por litro. São totalmente diferentes!

O certo é que desfrutar o prazer de degustar vinhos fortificados, ou vinhos de sobremesa, pode trazer uma sensação muito surpreendente, até mesmo para enófilos mais experientes. Até porque, uma das maiores dicas do mundo do vinho é arriscar-se, aventurar-se. Por que não?

Para encerrar, se quiser ler um pouquinho mais sobre os diferentes processos de produção desses vinhos, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.