Petite Sirah

O nome dessa uva aparece com muitas grafias diferentes: Petit Sirah, Petite Syrah, ou Petit Syrah. Além disso, ela também é conhecida como Durif.

O nome Durif é uma homenagem ao botânico francês que descobriu essa variedade, no final do século 19, chamado François Durif.

Vale lembrar que a Shiraz (ou Syrah) é uma outra uva. Já desfizemos essa confusão em outro artigo, que você pode ler clicando aqui.

O nome Petite Sirah, por sua vez, deve-se ao tamanho dos bagos. As folhas, em compensação, são grandes, e a videira é particularmente vigorosa.

Petite Sirah é o cruzamento da Syrah com outra casta, a Peloursin, e é originária do Vale do Rhône, mas praticamente não é mais plantada na França; atualmente, os locais mais comuns da Petite Sirah são a Califórnia e a Austrália. Mas é uma cepa presente, também, em Israel, na Argentina, México, e até no Brasil.

Vinhos produzidos a partir da Petite Sirah costumam ser escuros, encorpados, com taninos saborosos, e com grande potencial para envelhecimento, podendo desenvolver-se por mais de 10 anos. Alguma ressalva? Alguns especialistas consideram que os varietais de Petite Sirah poderiam apresentar um final mais longo no palato.

Talvez justamente por isso, a Petite Sirah também é vista em vinhos de corte, além dos varietais. A Zinfandel é sua maior companheira, mas ela também aparece cortada com Cabernet Sauvignon e Pinot Noir, por exemplo.

Os aromas típicos desses vinhos são amora, cereja preta, mirtilo, ameixa, pimenta preta, e, por vezes, um componente de fumo, baunilha ou chocolate derretido.

Bons parceiros de harmonização para os vinhos à base de Petite Sirah são comida mexicana, carne grelhada, hambúrgueres, salsichas, frango, funghi...

Para experimentar a Petite Sirah, nossa sugestão é começar bem, justamente pelos californianos, que são os mais famosos...

Saúde!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.