Friulano

Essa uva precisou mudar de nome, o que já faz sua história ser ainda mais interessante. Mas, interessante, mesmo, são seus vinhos! Conheça Friulano!
 
Uma tortinha de chocolate inesquecível. Para todo mundo ficar se perguntando de onde veio essa maravilha! O que ninguém precisa saber é que, na verdade, é bem fácil de fazer...
 
Nesse momento, o leitor pensa que “esse pessoal do Tintos&Tantos deve estar maluco”... Acompanhe, e divirta-se!
 
Em praticamente todos os segmentos, incluindo o vinho, existe uma demanda crescente por produtos comprometidos com o meio ambiente. Mas a dúvida é: esses vinhos com certificação ecológica são melhores do que os vinhos convencionais? São mais gostosos? Têm qualidade superior? 
 
O estilo menos conhecido de vinhos é, sem dúvida, aquele que chamamos vinhos de sobremesa. Mas afinal, são vinhos, ou são sobremesas? E são sempre doces?
 
Com origens controversas, algumas científicas, outras mitológicas, os nomes das uvas têm suas histórias e lendas. Levantamos algumas delas...
 

Picpoul Blanc

Picpoul é uma palavra que em francês remete a picadas no lábio, numa clara referência à alta acidez dessa uva, que vale muito a pena ser conhecida!
 

Crème Caramel

De origem francesa, a versão mais consistente do nosso pudim é uma sobremesa simples, mas muito charmosa. E que fica ainda mais interessante se estiver acompanhada do vinho ideal.
 
Esse artigo é para você, que nunca sentiu aromas de damasco em vinho nenhum, e nem se preocupa com isso.
 
Segundo a astrologia, o que acontece nos céus influencia diretamente o comportamento humano. Será que o zodíaco também pode ser uma ferramenta para ajudar na escolha do vinho? Entre nessa brincadeira. 
 
Já sabemos que a única fruta dentro de uma taça de vinho é mesmo a uva. Mas os aromas, não. Se ficarmos atentos ao que o nosso olfato nos conta, ao entrar em contato com uma taça de vinho, vamos encontrar muitas outras frutas, com certeza!
 
Em 1990, 11% dos vinhos consumidos na França eram rosé. Em 2013, esse número quase triplicou, subindo para 30%! Hoje, o típico francês consome muito mais vinho rosé, do que branco! Ao que parece, existe uma tendência de um futuro mais rosado, para os amantes de vinho...
 

Scheurebe

Não se assuste com esse nome. Para pronunciá-lo de maneira correta, diga “choi-rrei-be”. E de onde vem esse nome? Do criador da uva, que chamava-se Dr. Georg Scheu.
 
Por meio desta, esclarecemos, a quem possa interessar: