Existem vários estudos relacionando o consumo moderado e regular de vinho a um menor risco de AVC. Vamos entender esse assunto?
 
Existem duas tradições medievais no transporte marítimo: o poder absoluto do comandante e o batismo do navio. Todo navio, antes de sair para a sua primeira viagem, é batizado, em uma cerimônia, com a quebra de uma garrafa de champanhe. Trata-se de uma tradição para proteger a embarcação dos perigos do mar; não é uma lei nem uma regra.
 
Mais uma vez a ciência descobre um benefício do resveratrol, à saúde humana. Acompanhe!
 
O consumo regular e moderado de vinho é, sim, benéfico à saúde. Mas um estudo científico canadense, sobre o assunto, foi bem mal interpretado, segundo o próprio pesquisador. Entenda mais sobre o assunto.
 
Que o vinho traz benefícios reais à saúde, quando consumido com moderação, parece que quase todo mundo já sabe. Mas será que existem alguns vinhos mais saudáveis do que outros?
 
O consumo frequente e moderado de vinho é um excelente hábito para a saúde. Mesmo assim, não devemos ignorar o valor calórico do vinho, assim como das outras bebidas.
 
Com origens controversas, algumas científicas, outras mitológicas, os nomes das uvas têm suas histórias e lendas. Levantamos algumas delas...
 
Você sabe o que diferencia os nossos espumantes, dos espumantes de outros países? “A delicadeza, e o fato de eles serem muito bem elaborados”. E você sabe quem disse isso? Uma das críticas de vinho mais influentes do mundo, a inglesa Jancis Robinson!
 
O vinho é tão presente na Bíblia, que, em todo o Velho Testamento, o Livro de Jonas é o único onde não encontramos nenhuma referência ao assunto. Ao fim do dilúvio, ao que consta, a primeira coisa que Noé fez foi plantar uma vinha. Não surpreende que o vinho tenha sido a bebida escolhida para a Última Ceia...
 
Um vinho de corte une o que há de melhor em diferentes uvas. Mas que tal, também, unir países?
 
Degustar um bom vinho é um prazer! Conversar sobre esse tema, também! Que tal, então, um pouco mais de curiosidades, do mundo do vinho, para ter ainda mais assunto?
 
Há mais de 100 anos, em 1914, começava a 1ª Guerra Mundial, um dos momentos mais mortais da nossa história. E um dos momentos mais arriscados para Champagne.
 

O início

A invenção do vinho é uma daquelas histórias difíceis de rastrear, assim como a invenção da roda! Na realidade, o vinho sequer precisou ser inventado: ele apareceu, em um determinado momento, quando o homem colheu e armazenou uvas.
 
Esse tema interessa a muitas mulheres, sem dúvida! Vale a pena acompanhar!
 

Nunca é tarde

Está aqui uma boa notícia para aqueles que descobriram os prazeres do vinho somente de uns tempos para cá. Ou então, para aqueles que ainda vão descobrir!
 
Você já pode ter degustado espumantes tintos. Champagne tinto, nunca! Por quê?
 
Quem nunca viu essa garrafa, que atire a primeira pedra...
 
De atrizes a jogadores de futebol, a lista de celebridades que se aventuram pelo mundo dos vinhos é maior do que se imagina. Veja algumas personalidades que investiram em seus próprios rótulos:
 
A indústria que move o mundo do vinho é dinâmica, como toda indústria. Assim, é sempre bom acompanhar seu movimento. Você pode sempre, se surpreender!
 
Alguns produtores desafiam a natureza, com vinhedos agarrados às encostas mais vertiginosas, ou em ilhas golpeadas pelo vento e esmagadas pelo Sol. Nos quatro cantos do mundo, encontramos videiras em condições adversas e em terroirs improváveis, no limite do impossível...
 
Além de reduzir o risco de doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, envelhecimento prematuro e várias formas de câncer, o vinho tinto também ajuda o corpo a obter o descanso que ele precisa para se recuperar da rotina diária.
 
Fundamental para o sacramento da eucaristia, o vinho está profundamente ligado à história do Cristianismo. Mas como será o vinho consumido pelos padres na celebração das missas?
 
Por incrível que pareça, essa não é uma pergunta tão fácil, assim, de responder...
 
O mercado de vinhos premium e o mercado de vinhos de alto luxo são repletos de raridades. Mas, infelizmente, também apresentam algumas fraudes e falsificações.
 
Se o vinho é produzido pela fermentação de uvas, por que então, ele não é sempre vegano?
 
Estudos médicos sugerem que homens e mulheres toleram o álcool de maneira diferente. E é importante estarmos atentos a isso.
 
Ao que tudo indica, o cultivo da vinha e a produção de vinho já eram realidade, no Oriente Médio, 6.000 anos antes de Cristo.
 
Assim como Dionísio foi o deus do vinho na Grécia Antiga, Baco foi o deus do vinho dos romanos.
 
Você pensa em um produtor de vinho, e a imagem que vem à cabeça é a de um experiente senhor, de idade avançada? Então saiba que, atualmente, também são muitos, os jovens talentos do mundo dos vinhos!
 
Os consumidores de vinho apresentam determinados padrões, de acordo com suas próprias experiências, mas também de acordo com a geração a qual pertencem...
 
Sabe quem está procurando? A Universidade de Zaragoza, da Espanha.
 
 A ciência está sempre estudando a respeito dos benefícios do vinho à saúde, quando consumido regular e moderadamente. Vamos falar disso?
 
A nossa saúde é afetada diretamente por aquilo que incluímos em nossos hábitos alimentares. Inclusive nossa saúde bucal.
 
Não existe uma história comprovada que marque a descoberta, ou a invenção do vinho. O que existem são mitos, fábulas e lendas. E elas são muitas, e muito interessantes!
 
Bourgogne, em francês. Burgundy, em inglês. Para nós, Borgonha. Uma terra de vinhos de extrema elegância, e de fatos bastante curiosos!
 
O que é ser um predestinado? É estar designado, de antemão, a cumprir um certo destino. Assim é com a região de Champagne, que nasceu para ser o referencial de um estilo próprio de vinhos, para o mundo todo! Quer saber o motivo? Continue a leitura...
 
Já imaginou uma guerra de vinho? Ela existe, e é muito divertida!
 
O Dia de Santo Antônio é comemorado em 13 de junho. São João é comemorado em 24 de junho. São Pedro, no dia 29. O que isso lembra? Festa junina e vinho quente. Vinho muito quente.
 
Quando for degustar sua taça de vinho, que tal pensar no que está acontecendo nesse mesmo momento nos vinhedos, tanto os lá do hemisfério norte, como os daqui do hemisfério sul?
 
O dia 1º de junho de 2016 talvez entre para a história do vinho, como o dia em que La Cité du Vin (A Cidade do Vinho) foi finalmente aberta ao público, depois de 3 anos de muito trabalho na construção.
 
Vá até a sua geladeira, e veja qual a validade do leite. Cuidado para não bebê-lo depois de vencido. Agora, vá até a sua adega, e procure pela validade do vinho. O que quer dizer a expressão “válido por tempo indeterminado”?
 
Essa leitura vai surpreender a muitos. Acredite!
Muita gente deve lembrar de uma época em que era comum falar em “Champagne nacional”, para se referir aos nossos espumantes produzidos aqui no Brasil, e falar em “Champagne francês”, ou “Champagne verdadeiro”, quando o assunto eram, literalmente, os Champagnes verdadeiros.
 
Mal as temperaturas dos termômetros começam a cair, e muita gente já pensa em uma noite com uma tacinha de vinho... Por quê?
 
Louis Pasteur (1822-1895) foi um importante químico francês. Mas o que ele tem a ver com o mundo do vinho?
 
Ao iniciar uma dieta para emagrecer, o primeiro passo da maioria das pessoas é cortar alguns pequenos prazeres do cardápio. Isso pode estar errado, diz um cientista!
 
Certamente é difícil separar a história do vinho da história dos povos do Mediterrâneo. Então, será que não é o caso de estudá-la, nas escolas?
 
Todo mundo sabe que diabetes não controlado pode levar a diversas complicações, inclusive nos olhos. Mas, quanto mais informação, melhor. Então, vale a pena acompanhar...
 
Já reparou que muitas das grandes denominações de origem encontram-se em região de rios? Por que será?
 
O vinho é tão presente na Bíblia, que, segundo estudiosos, são mais de 225 referências ao vinho, no total. Para se ter uma ideia, em todo o Velho Testamento, o Livro de Jonas é o único onde não encontramos nenhuma referência ao assunto.
 
Onde alguns veem problema, outros veem oportunidade! Veja que interessante!
 
Isso é que mania de grandeza! Já pensou em um barril de vinho gigantesco? Pois é.
 
Uma mulher moderna e elegante, cujas atitudes e estilo sempre lembravam o bom e velho ditado “menos é mais”. Assim foi Elisabeth Bollinger (1899-1977), uma das mulheres que entraram para a história do mundo do vinho!
 
Se é verdade que a prática traz a perfeição, alguns produtores, com praticamente mil anos de existência e experiência na vitivinicultura, estão certamente “bem na fita”!
 
Certamente você já ouviu falar na UNESCO, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura? Mas você sabe o que ela pode ter a ver, com vinho?
 
Dependendo da quantidade de componentes antioxidantes, uma taça de vinho pode ser, sim, mais saudável que outra. Mas será que é fácil identificar essas diferenças? Vale a pena tentar!
 
Um provérbio é uma frase curta, geralmente de origem popular, que sintetiza um conceito a respeito da realidade ou uma regra social ou moral. Por exemplo: Deus ajuda quem cedo madruga! E o que o vinho tem a ver com isso?
 

O brinde

Pare e pense nessa questão: por que brindamos? Como era de se esperar, não existe uma única resposta, precisa e inquestionável, para esclarecer a origem do hábito de brindar. Existem muitas, e muito interessantes.
 
Todos os organismos vivos são projetados a partir de um código genético específico. Quer seja um ser humano, quer seja uma videira. E o mapeamento desse código é um avanço gigante da ciência!
 
Todo amante de vinhos fala em Velho Mundo, e em Novo Mundo. Mas, atualmente, existe um “novo” Novo Mundo nesse cenário! Que tal conhecê-lo?
 
Sempre alertamos, aqui, para a importância da moderação no consumo de álcool. Mas isso não é uma ideia nova, pelo contrário. Essa preocupação sempre esteve presente na história da humanidade, e do vinho.
 
Uma das questões mais debatidas, em relação aos benefícios do consumo moderado de vinho à saúde, diz respeito ao diabetes. Não há consenso, é certo. Mas veja esse estudo.
 
Já parou para pensar nessa pergunta? Nós paramos.
 
Algumas músicas pedem uma taça de vinho. Outras músicas foram feitas pensando nele! No vinho!
 
O consumo moderado e regular de vinho tem sido relatado, ao longo do tempo, e em diversos estudos, como benéfico à saúde em muitos aspectos: proteção cardiovascular, proteção contra osteoporose feminina, prevenção ao câncer...
 
Existe uma polêmica em torno da presença bíblica do vinho. Estaria a Bíblia se referindo a um vinho “normal”, sendo consumido (e até produzido) por Jesus? Algumas pessoas afirmam que o vinho em questão seria um líquido ainda  não fermentado, ou seja, suco de uva sem álcool. Será?
 
Os benefícios do consumo moderado de vinho, à saúde, estão diretamente relacionados aos compostos do seu único ingrediente, a uva! Sendo assim, o que você acha de pensarmos, agora, nos nossos pequenos, e na saúde deles?
 
O Alentejo é um destino certeiro para os amantes do vinho. Mas, você sabia que, por pouco, não mudam o rumo dessa história?
 
 Há, realmente, base científica comprovando que o consumo moderado de vinho faz bem ao coração?
 
Um estudo recentemente publicado no periódico Arthritis Care & Research merece a atenção dos apreciadores de vinho...
 
 É bastante comum falarmos do vinho na época dos gregos e do Império Romano. Mas e depois, o que aconteceu com a cultura do vinho? Como ela chegou aos dias de hoje?
 
O que é isso, o que é aquilo, e o que um tem a ver com o outro...
 
Um patrimônio cultural, como o Vinho do Porto, um dos maiores embaixadores da cultura portuguesa ao redor do mundo, merece uma homenagem especial: o Dia do Vinho do Porto!
 
São tantas histórias a respeito do vinho, que algumas viram até marcas de recordes!
 
É bem provável que muitos leitores surpreendam-se, com mais essa...
 
Maribor é uma cidade na Eslovênia, pequeno país do leste europeu. Na realidade, Maribor é a segunda maior cidade desse país.
 
De olho nos benefícios do consumo moderado e regular de vinho, e também de olhos nos riscos do excesso de consumo de bebidas alcoólicas, uma pesquisa realizada na Espanha traz conclusões muito interessantes!
 
Quem nunca pensou naquela casinha de campo? E se for na França? E se houver um vinhedo, no seu quintal? Já imaginou??? 
 
Nenhuma outra bebida, nem a água, tem tanta ligação com a religiosidade humana, como o vinho. O vinho é, literalmente, a bebida mais divina de todas!
 
Assistir a um bom filme com uma taça na mão é um prazer imenso. Ainda mais se o vinho for bom. Ainda mais se o filme for sobre vinhos... Aceita algumas sugestões?
 
Na busca de um estilo de vida mais saudável, é cada vez mais comum a procura por alimentos mais naturais. Inclusive no caso dos vinhos.
 
Essa é certamente a bebida mais apaixonante de todas. Será que há motivos reais, para isso?
 
Uma das frases mais pronunciadas, a respeito de vinho, diz que ele melhora com a idade. Mas será que ele nos melhora, à medida que a idade chega?
 
Sim, o assunto é São João. Mas a festa não é a nossa junina, e o vinho não é quente... Já ouviu falar na festa de São João do Porto?
 
Um castelo que começou a ser construído há mais de mil anos. Um dos nomes de maior prestígio no mundo do vinho! Bem-vindo ao Castelo de Barolo! Ou bem-vindo ao Castello di Barolo!
 
Dentre os muitos benefícios do consumo regular e moderado de vinho, para a nossa saúde, destaca-se a menor incidência de alguns tumores.
 
Cada vez mais a comunidade científica se interessa por pesquisar os benefícios do vinho à saúde. São conhecidos e reconhecidos estudos relacionados à saúde cardíaca, metabólica, imunológica... e até estudos relacionados à prevenção dos sintomas do Mal de Parkinson! Acompanhe... 
 
Talvez você tenha se atentado a um fato, talvez não: produzir vinho é, muitas vezes, um assunto de família! Por que será que vemos tantas vinícolas familiares?
 
Há alguns anos, um novo conceito de nutrição vem ganhando território e adeptos: a alimentação funcional. E o que o vinho tem a ver com isso? Tudo!
 
Assim como o Cognac, o Armagnac e a Grappa, o Pisco é um destilado produzido a partir da uva. Um primo, portanto, do vinho.
 
Um assunto complexo, que está cada vez mais na moda, mas, mais do que isso, que vem ganhando cada vez mais importância.
 
Quem não se lembra do dilema do biscoito, que vendia e era fresquinho, não se sabia em que ordem? Pois bem. Também há um dilema, com o vinho.
 
Sim, já falamos dessa uva por aqui. Mais de uma vez, inclusive. Mas sempre há mais, e mais assunto. Quer ver?
 
Afinal, o que o vinho tem a ver com isso? E o que a gente tem a ver com isso?
 
Diz o ditado que o dinheiro não traz felicidade, mas compra vinho, que é a mesma coisa. Brincadeiras à parte, um estudo italiano confirma a relação entre vinho e felicidade, sim!
 
Admirar, em português, signifca apreciar, ter em grande apreço, considerar com respeito e simpatia.
 
Existiria um local ideal para o plantio das vinhas? Se existisse, esse local seria o paralelo da latitude 45° N...
 
Uma pesquisa, publicada recentemente no periódico Revue Française d’Oenologie, nos conta um pouco sobre para onde caminha o consumidor francês de vinho.
 
Faz bem? Faz mal? Saiba o que disseram pesquisadores holandeses.
 
Muitas vezes, por aqui, já citamos a OIV, Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Afinal, o que é isso?
 
No Brasil existem, segundo o IBGE, um pouco mais de 80 mil hectares de área cultivada com videiras.