Vinho ou suco de uva?

Que o vinho traz inúmeros benefícios à nossa saúde, parece que todo o mundo já sabe. Mas uma pergunta frequente é: suco de uva é tão saudável quanto o vinho? Pergunta frequente, e resposta difícil. Isso sem falar nos benefícios do consumo de vinho sem álcool, e da uva, em si. Então, vamos falar sobre isso?

 Suco de uva

Estudos sugerem que alguns tipos de suco de uva podem oferecer os mesmos benefícios cardíacos do vinho tinto. Principalmente com uvas da variedade Concord, que não são propriamente viníferas, mas são muito indicadas para a produção de sucos. Essas uvas são cultivadas em países como Estados Unidos e Canadá, e, também, no sul do Brasil.

E, se por um lado, alguns pesquisadores afirmam que parte dos efeitos benéficos do vinho vem justamente do efeito vasodilatador do álcool, outros cientistas garantem que o suco produzido a partir das uvas Concord proporciona o mesmo relaxamento das artérias, e, consequentemente, os mesmos benefícios à saúde. Polêmico, até para a ciência.

De qualquer maneira, não devemos esquecer que é bom ficar atento para a eventual presença de açúcar ou de ingredientes artificiais nos diferentes sucos de uva.

 Vinho sem álcool

Qual a diferença entre suco de uva e vinho sem álcool? No suco, as uvas são cozidas, com ou sem açúcar. Já os vinhos sem álcool são produzidos por meio da fermentação natural da fruta, sem adição de água ou de açúcar, da mesma maneira que os vinhos normais. E é isso que talvez faça toda a diferença, pois o vinho possui uma centena de compostos que só lhe são conferidos após a fermentação.

O vinho sem álcool passa por um processo de desalcoolização, depois da fermentação, e antes de ser engarrafado, mantendo, assim, todas as propriedades do vinho, inclusive aquelas relacionadas à saúde.

Para aqueles que relacionam a presença do álcool aos efeitos saudáveis, uma pesquisa realizada na Espanha, e publicada no American Journal of Clinical Nutrition, atestou iguais, ou até maiores efeitos benéficos no consumo de vinho sem álcool, quando comparado ao vinho normal.

 Uvas “in natura”

E comer as uvas? Será que daria na mesma? Primeiro vamos lembrar que o resveratrol, componente benéfico à saúde presente principalmente nas cascas das uvas, é muito concentrado nos vinhos tintos, em função do processo de vinificação. E, em linhas gerais, cada taça de vinho é produzida a partir, de aproximadamente, 75 bagos de uva.

Então, o mais importante, nesse caso, é imaginar algumas continhas matemáticas. Quantas uvas precisaríamos ingerir para consumir o resveratrol equivalente a uma ou duas taças diárias recomendadas? Parece um pouco indigesto, não é?

Mas até essa posição encontra opositores. Pesquisando um pouco, é possível encontrar estudos defendendo ambos os lados (o vinho e a fruta). Se, por um lado, os defensores do vinho ressaltam a relevância do álcool nos benefícios à saúde, os defensores da uva lembram dos benefícios adicionais do consumo das fibras das frutas.

O certo é que a ciência não para de estudar esse assunto. E isso é um bom sinal!

E, se você quiser saber mais sobre a relação entre o consumo moderado de vinho e a saúde, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.