Vinhos e ervas

As ervas aromáticas enriquecem o sabor dos alimentos, e sempre estão ligadas aos prazeres da arte da culinária. Um bom motivo, então, para conhecermos algumas dicas de como harmonizá-las... 

 alecrim, um tempero fresco, mas de sabor forte. Excelente com aves, com carne de porco, com tomates, batatas, pães... Boas combinações, com essa erva, são vinhos produzidos à base de Cabernet Sauvignon da Califórnia, ou cortes GSM da Austrália.

 cebolinha, caules de cor verde-viva, com um gosto que parece cebola. Ideal para saladas, molhos de tomate, batatas assadas e ovos mexidos. É um tempero que harmoniza muito bem com vinhos brancos produzidos com as uvas Aligoté, Sauvignon Blanc, Pinot Grigio... Mas também combina com Sangiovese, Cabernet Franc...

 coentro, fortemente aromático, com gosto considerado exótico. Um excelente tempero para sopas, muito utilizado na culinária do nordeste, e também na mexicana. Entre os brancos, boas sugestões estão com Sauvignon Blanc e com a aromática Viognier. Entre os tintos, Tempranillo, melhor ainda se for de Rioja.

 hortelã, uma das mais importantes ervas culinárias, especialmente presente na cozinha árabe. Termogênico, acelera o metabolismo, e combina muito com carne e com legumes cozidos, mas também é uma delícia com salada de frutas. Um tempero forte, que combina com vinhos também de forte personalidade, como Cabernet Sauvignon e Malbec.

 louro, folhas usadas frescas ou secas, que combinam muito com peixe e com frango, além de serem presença constante no nosso feijão do dia a dia. Os sabores típicos do louro harmonizam com Riesling, Cabernet Franc e também com Shiraz.

 manjericão, uma erva versátil, que anda na moda, e muita gente tem cultivado em casa. Muito usado na cozinha italiana, para dar sabor ao tomate. Além dos vinhos italianos, tradicionais nessa harmonização, pense também em Pinot Noir ou Chardonnay, ambos da Borgonha.

 manjerona, uma erva adocicada e de sabor sutil, que não deve ser muito aquecida, de tão delicada. Bastante interessante com aves, carnes e legumes. Aposte em vinhos italianos nobres produzidos com a uva Nebbiolo, como Barolo e Barbaresco.

 orégano, amplamente utilizado e muito prático, pois é a única erva que fica melhor seca do que fresca. Indispensável para pizza, combina, naturalmente, com vinhos tintos italianos, como os Chianti, Montepulciano d’Abruzzo e Primitivo di Manduria.

 salsinha, uma erva que, quanto mais fresca, mais contribui com qualquer prato. A de folha lisa tem sabor ainda mais intenso. Combina com quase tudo. Na harmonização, também. Mas nem por isso deixaremos de dar algumas dicas, como espumante branco e seco, rosés da Provence, e Beaujolais.

 tomilho, essa sim é uma erva que pode ser exaustivamente cozida, sem perder suas propriedades. É tão bom seco como fresco, mas deve ser usado com parcimônia, pois é bem marcante. Pede vinhos tão imponentes quanto, como os de Bordeaux.

Obviamente, ninguém usa um único tempero na culinária. Pense, então, naquele que é o mais marcante, da refeição.

Mas não fique preso a listas e regras. A melhor harmonização é sempre aquela que nos dá mais satisfação. Respeite, antes de mais nada, o seu paladar.

Só não deixe de brindar. Saúde!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.