Um teste de paternidade para o Champagne...

Era uma vez um médico inglês chamado Christopher Merret (1614/5 – 1695). Era uma vez, um monge francês chamado Pierre Pérignon (1638-1715). Qual deles terá sido, de fato, o pai do vinho espumante?

Ao contrário do que ficou oficialmente aceito, e foi para a história, tornando-se quase uma lenda, não é necessariamente Dom Pérignon o pai desta bebida, tão apreciada em todo o mundo.

Isso, porque Christopher Merret teria deixado registrada uma receita de como produzir vinho espumante, 20 anos antes da contribuição do monge beneditino francês.

A história nos leva a dezembro de 1662, quando Merret apresentou seu trabalho à recém-fundada Royal Society, instituição inglesa destinada à promoção do conhecimento científico. Ao longo de 8 páginas, Merret detalhou experimentos que vinham sendo realizados por vinicultores ingleses, adicionando açúcar ao vinho, na tentativa de produzir uma bebida espumante, refrescante e seca, muito semelhante ao moderno Champagne. Nesse documento, Merret menciona, com detalhes, uma segunda fermentação intencional, que é o elemento-chave da produção desses espumantes.

A contribuição de Dom Pérignon, por sua vez, está muito ligada ao domínio de todo o processo. Na tentativa de prevenir a segunda fermentação, ele acabou por dominá-la. A segunda fermentação, em garrafa, que acontecia acidentalmente nos vinhos produzidos na região de Champagne, representava um perigo. O gás liberado pressionava a rolha para que ela saísse, ou, pior ainda, pressionava a garrafa, que podia quebrar, explodindo. O risco era tamanho que a explosão de uma garrafa podia desencadear um efeito em cascata, destruindo todas as garrafas da adega.

Cada um puxa a sardinha para o seu lado, e ingleses dão maior importância a Merret, enquanto franceses, a Pérignon. Da mesma maneira que nós, brasileiros, consideramos Santos Dumont o pai da aviação, enquanto os americanos creditam essa invenção aos irmãos Wright.

Certamente, cada um deles fez sua parte para que hoje possamos desfrutar a deliciosa efervescência desses vinhos. Talvez esse, o espumante, possa ser um filho com dois pais, por que não?

Esse é um assunto, sem dúvida, bastante intrigante. Se você quiser saber mais sobre as borbulhas do vinho espumante, clique aqui. E, se quiser enteder seu método de produção, clique aqui. Ah, e para saber a diferença entre vinho espumante e vinho frisante, clique aqui.






Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.